Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/cadifmvz/public_html/libraries/cms/application/cms.php on line 464
Cadi Fmvz Usp - Instruções para coleta e fixação de material para MET

Centro Avançado em Diagnóstico por Imagem - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP

CADI-FMVZ-USP

Instruções para coleta e fixação de material para MET

 A fixação na microscopia eletrônica (ME) está fundamentada nos mesmos princípios da microscopia óptica, porém é mais rígida, visto a necessidade de preservação de estruturas intra e intercelulares. Diferentes métodos de fixação podem ser usados em ME, porém o mais comum e eficiente é a fixação química por imersão do tecido e/ou células na solução fixadora. Para MET, podem ser usados como fixadores a solução de Karnovsky (Mistura de Glutaraldeído e Paraformaldeído) (Karnovsky, 1965) e o Glutaraldeído a 2,5%.

 Para garantir uma fixação adequada para ME, recomenda-se no momento da coleta já fazer uso da fixação por perfusão (caso seja possível) ou por gotejamento e posteriormente realizar o recorte de fragmentos do tecido. Devido ao baixo poder de penetração das soluções fixadoras nos tecidos, o material deve ser recortado em fragmentos de até 2 mm3, deixando o tecido sempre embebido no fixador. Esse procedimento pode ser realizado em cera de dentista com algumas gotas de fixador.

 Os fragmentos devem ser imersos em um volume de no mínimo 20 vezes o volume dos fragmentos para garantir a eficácia do fixador. Inicialmente, deve-se usar o fixador em temperatura ambiente, deixando-o por pelo menos 3 horas nestas condições. Após esse período, o material pode ser armazenado em geladeira por alguns dias. Se o fixador usado for o Karnovsky, recomenda-se iniciar o processamento assim que possível, pois o prolongado tempo de exposição do material no fixador poderá ocasionar a extração de substâncias e o aparecimento de artefatos.